Domingo, 3 de Junho de 2007

ADOPTADO!!! Benny, tipo pastor alemão, ainda à espera da sua vez de ser feliz

Recebemos da Maria a excelente noticia de que o reguila do Benny foi adoptado:

 

Amigos,

não há notícia que me desse mais prazer dar-vos do que esta:

!!!!!O BENNY FOI ADOPTADO!!!!! :) :) :)

Foi viver para uma quinta onde estará sempre solto e na companhia de outro cachorro também adoptado como ele. Melhor era impossível ficar!

Vai ter a liberdade e a companhia que tínhamos sonhado para ele :)

Faço um agradecimento muito sentido a toda a equipe do Hospital Veterinário do Porto e em especial ao Dr. Mário Santos que encontrou este lar magnífico para o Benny e se encarregou pessoalmente de o levar até ele.

Não posso deixar de agradecer novamente à Marta Fortes por ter permitido que este pequeno saísse da rua e não fosse capturado pelo canil e que, mais do que ser apenas uma "madrinha financeira" do Benny, o levou ao veterinário, o levou a passear, e lhe deu os mimos que ele nunca tinha conhecido na sua curta vida de cão de rua.

Agradeço também a todas as pessoas que ajudaram o Benny com as despesas de veterinário e de hotel e com a divulgação dele, e às muitas dezenas de "amigos do Benny" que me enviaram emails ao longo deste tempo a pedir notícias dele e a torcer para que ele fosse adoptado.

Hoje é um dia feliz, um dia que todos os animais sem lar deviam poder viver.

Um abraço a todos!

Maria

 

Benny.jpg


Benny2.jpg Benny3.jpg


Benny7.jpg


Benny9.jpg


Benny11.jpg

Benny12.jpg

Amigos,

o Fit foi hoje ADOPTADO!!! :)

Foi para casa de uma família que já tinha um cão da mesma raça e deram-se os dois muito bem. Obrigada a todos pela ajuda na divulgação!! :)

 

O Benny infelizmente continua à espera... Envio novamente a história dele para se puderem voltar a divulgar. Este menino seria muito feliz numa casa com algum espaço exterior e de preferência com outros animais, adora a companhia de outros cães mesmo que sejam machos!

 

Obrigada a todos,

Maria

 

Chamo-me Benny.

Há uns meses, era eu ainda um cachorrito que não sabia nada da vida, fui viver para o Bairro da Pasteleira. Segundo me explicaram eu ia ter que me safar sozinho porque a minha mãe não podia tratar mais de mim, os humanos "donos dela" não queriam mais cães lá em casa.

 

A vida lá no bairro nunca foi fácil, mas eu não sou cão de me render às contrariedades. Uma vez, poucos dias depois de chegar ao bairro, uma senhora viu-me a tentar abrir um saco do lixo (juro que senti um delicioso cheirinho a osso de costeleta a vir lá de dentro, hum... que bem que ia cair no meu estômago vazio!!), teve pena de mim e atirou-me um bocado de pão que eu engoli, agradecido.

 

A partir daí fui aprendendo a procurar comida nos sacos de lixo e a partilhar dos pedacinhos de pão que uma velhinha simpática deita num cantinho todos os dias para as pombas. Mas ainda não consigo perceber bem o ser humano. Aproximo-me sempre da mesma forma, a abanar a cauda e de cabeça baixa, na esperança de receber uma festa ou uma guloseima, mas enquanto alguns sorriem e me dizem palavras carinhosas, outros respondem com pontapés, atiram-me pedras que me magoam e chamam-me "vadio"....

 

A melhor coisa do bairro em que vivo é o Parque da Pasteleira!! É lá que eu passo a maior parte do dia. É um jardim enorme, cheio de árvores, e onde vão muitos amiguinhos meus passear com os seus "donos". São cães lindos, com pêlo brilhante, e com ar de quem consegue um bom osso de costeleta todos os dias!! A minha maior alegria é brincar com eles, dar corridas, atirar-me com eles para o lago, e deitar-me depois ao lado deles, cansado das brincadeiras. Eles não me descriminam por eu viver na rua e não ter coleiras bonitas e humanos que cuidem de mim.

 

A pior parte é quando os humanos lhes põem as trelas e os levam para casa e eu fico sozinho e me preparo para passar a noite enrolado no cantinho mais abrigado do Parque, debaixo de um arbusto. Quando está frio lembro-me muitas vezes do quentinho da minha mãe e dos bons tempos em que dormia no meio do pêlo fôfo dela... Quem me dera um dia ter a minha própria família, alguns amigos para brincar e humanos que me fizessem carinhos e me dessem uma cama quentinha para dormir... Não custa sonhar não é?

 

Os meus melhores amigos são a Cuca, a Kali e o Doc. As meninas que cuidam deles também são boazinhas, fazem-me festas e até me tiraram fotografias na última sessão de brincadeiras que tivemos. Na hora da despedida vejo nos olhos delas a mesma tristeza que fica nos meus... Desta vez disseram "Até à próxima Benny, pode ser que da próxima vez que nos vejamos seja para te levar para uma família..." Fiquei a pensar nestas palavras até agora... E é a pensar nelas que vou adormecer...

 

mariapteixeira@gmail.com ; 91 302 02 32

mariaqueirozz@gmail.com ; 91 235 80 33

tags:
publicado por linkanimal às 20:41

link do post | comentar | favorito
|

.Link - Adoptado em 25 de Fevereiro de 2007

Adotado no Evelyn's Place.com

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.Visitas desde 24 de Julho de 2006:

.posts recentes

. hey

. Situação catastrófica e u...

. fotos dos meninos que ama...

. Duquesa - precisa de inte...

. Por favor Vote!! Debate s...

. FW: Conheçam os que serão...

. Cão perdido - arraçado de...

. ...

. Gatinho para adopção proc...

. BALU - Cão jovem X labrad...

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.mais sobre mim

.cursor


Cursors

Tell me when this blog is updated

what is this?

.subscrever feeds