Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Encontrado na rua...urrando de dores... Ajuda para O REX

Olá.

Aqui ficam algumas fotos da recuperação do Rex. Se vissem o que se passa por baixo destes pensos...ficavam bem mais impressionados.

Obrigada a todos os que ajudaram até agora, seja de que forma for...





Abaixo está a história deste lindo menino. Agora é preciso ajudar quem se recusou a virar a cara e seguir caminho e, em vez disso, trouxe a vida de volta ao Rex:

«O testemunho que aqui vos deixo é a história do sofrimento atroz do Rex, um cão que teve a infelicidade de cair nas mãos erradas.

Deitado na via pública, urrava de dores...as pessoas olhavam, paravam..ninguém se aproximou, os ganidos eram de tal forma, que presenciei pessoas a taparem os ouvidos e a afastarem-se o mais depressa possível.

Nunca tinha ouvido tais sons, eram urros de dor...não parecia vítima de atropelamento..aproximei-me e e sem compreender qual a origem das dores, verifiquei que este animal estava num estado lastimável...era bem visível o estado grave de desnutrição e desidratação, não vi ferimentos visíveis, mas quando o Rex tentou levantar-se...os ganidos, urros...eram ensurdecedores...eram de pura agonia.

Pedi ajuda a um amigo...metê-lo no carro foi de um sofrimento atroz para o Rex, corremos para uma clínica..um solavanco a mais no carro e o Rex entrava em sofrimento...

Nesse mesmo dia foi internado num hospital vet, mas mesmo com os mais fortes analségicos...nada parava as dores, cada movimento era um perfeito inferno para o desgraçado.

O diagnóstico inicial...confuso, pois eram tantos os problemas:

acentuada desnutrição e desidratação, obstrução do intestino grosso, fezes removidas com assistência médica..manualmente, procedimento que foi repetido por várias vezes...eram pedras, possivelmente resultante de uma alimentação deficiente, centrada em ossos... mais um ou dois dias e teria morrido, pois não conseguia defecar...

...mas os ganidos, os urros das dores sentidas pelo Rex não paravam, o seu sofrimento impressionou a equipa médica e respectivos auxiliares técnicos.. ...o problema centrava-se na coluna vertebral, foram efectuados testes e mais testes, radiografias, foi medicado com os mais fortes analségicos e inflamatórios e nada parecia resultar...falaram em esperar mais uma semana e teria de ponderar-se na eutanasia...que não quis aceitar... levava-lhe a comida todos os dias, comia bem, mas era impossível não virem as lágrimas aos olhos com o seu sofrimento, mas por outro lado o Rex merecia uma chance de viver....

Completamente desgastada, já pagos por um amigo cerca de 600 euros, pedi ajuda à Ana Francisco, presidente da Associação "Focinhos e Bigodes" disponibilizou-se de imediato a ajudar..foi marcada uma consulta a um especialista em problemas de coluna...

Lembro-me da expressão da Ana Francisco quando viu o cão a ser tirado do carro, choque, perxplexidade, perante tamanha manifestação de dor...eram urros sucessivos..toda a gente parou para ver o que se passava.

Daí em diante, foi uma luta contra o tempo para o salvar, a Ana Francisco e eu decidimos que o Rex apesar de continuar a sofrer merecia viver.Foi uma tremenda prova de força de vontade, sensibilidade, e determinação por parte da presidente desta associação, que durante as duas semanas seguintes tudo fez para ajudar o Rex...foram duas longas e desgastantes semanas para a Ana e para o Rex..ainda em grande sofrimento..acreditem, estar perto do Rex no estado em que se encontrava...é de um tremendo desgaste emocional.

Novamente avaliado clinicamente, o Rex apresentava uma forte compressão na coluna vertebral, resultante de traumas sofridos (pauladas?). ou seja as vertebras não estavam alinhadas, uma delas tinha sido comprimida e daí as dores aluciantes.

Finalmente uma boa notícia : a cirurgia, delicada e complexa era viável, havendo uma possibilidade de recuperação total.

Iniciou-se então uma corrida outra corrida contra o tempo, mais uma vez com a Ana a tomar conta de tudo : pensos de morfina ajudaram a controlar as fortes dores, embora vos diga, mesmo com a morfina, o Rex continuava com dores. Novas análises, raios-x, ecografias, a mielografia e o TAC - indispensáveis a esta operação à coluna se foram realizando.

O contacto com o Rex começou a gerar uma onda de solidariedade, ninguém conseguia ficar indiferente a tanto sofrimento, todos, inclusive a quem o assistiu, desejavam o milagre para o Rex, pois apesar de tanto sofrimento, tanta agonia, o Rex sempre manifestou grande ternura..na pior das dores e lá tinha espaço para uma lambidela nas mãos de quem lhe tocava..

O TAC confirmou ser possível operar, a longa cirurgia correu muito bem, a Ana Francisco e eu ficámos tão felizes...mas, ainda não era desta....

72 horas depois, verificou-se um desvio nos parafusos de platina aplicados na coluna, resultante dos proprios movimentos do Rex, relembro que é um cão de porte grande... para nós, foi como um balde de àgua gelada...mas a formidável equipa médica que o operou, decidiu nova cirurgia e assim recomeçou-se com os pensos de morfina para minimizar as dores, antibióticos.... e como calculam, mais despesas.

Nova longa e delicada operação, desta vez foi necessário colocar-lhe mesmo um aparelho mais resistente na coluna, dada a força e peso do Rex.

Ainda paira grande ansiedade...mas agora tudo parece estar a correr bem neste novo pós-operatório, muito vigiado, embora a previsão seja de uma longa recuperação...onde terão de ser realizadas novas consultas, raios-x, reabilitação...

Mas o Rex merece tanto uma nova vida, sem dores, sem sofrimento..

sabe-se lá á quanto tempo ele não andaria neste sofrimento...

E quem é o Rex ? um cão de uma beleza incrível, de uma ternura fora de série mesmo na pior das agonias, um lutador pois tudo aguentou..era como se soubesse que o estavam a ajudar..os seus olhos grandes ainda hoje espelham muito do sofrimento que fez parte da sua vida..e que sofrimento!!!!

Agora, peço, suplico, a ajuda de todos...da CIA...as despesas são mesmo muito elevadas!

Os custos económicos de uma situação desta natureza são muito elevados, ficaram a cargo de quem ajudou prontamente, da Associação "FOCINHOS E BIGODES", associação que não consegue por si só enfrentar tais despesas, são insuportáveis..

Muito, mas mesmo muito está ainda em dívida, apesar de já ter sido pago até agora, mais de 1000 euros. As operações ainda não estão pagas e mais se gastará até à sua recuperação total que se prevê demorada, incluindo os custos do hotel, onde o Rex tem recebido o melhor dos cuidados e mimos. A vossa ajuda económica é imprescindível...

Como a Ana Francisco, respectiva presidente afirma, " a situação deste animal, foi extrema em tudo: despesas, sofrimento, luta contra o tempo, desgaste físico e emocional"

 

PORQUE AJUDARAM...O REX ESTÁ VIVO E A RECUPERAR É a vossa vez de ajudar quem tudo fez para salvar uma vida...e a vida não tem preço!

 

Associação Focinhos e Bigodes - Presidente : Ana Francisco Apartado 4043 - 1501 001 Lisboa

NIB 0036 0186 9910 0037 0991 4

 

Qualquer esclarecimento : Mag - 91 456 38 54

 

 

 

 

http://www.companhiadosanimais.pt/forum/viewtopic.php?t=25513&postdays=0&postorder=asc&start=20»

publicado por linkanimal às 22:53

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Beatriz a 19 de Maio de 2007 às 05:03
Que Deus abençoe o excelente trabalho que fizeste ao adotar este cachorro.
Que Deus te abençoe com muito amor, alegria, felicidade, e prosperidade, paciência e boa saúde, para que você possa ajudar mais animais!

Comentar post

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.posts recentes

. hey

. Situação catastrófica e u...

. fotos dos meninos que ama...

. Duquesa - precisa de inte...

. Por favor Vote!! Debate s...

. FW: Conheçam os que serão...

. Cão perdido - arraçado de...

. ...

. Gatinho para adopção proc...

. BALU - Cão jovem X labrad...

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.mais sobre mim

.subscrever feeds